Archive for the ‘Dicas’ Category

História indígena na Web

29 de Novembro de 2015

Pessoal, estou escrevendo esta breve postagem para dar uma dica importante para quem pesquisa a história indígena no Brasil. Muitas vezes, passamos muito tempo tentando localizar as fontes históricas. Bom, a minha dica são dois sites a partir dos quais podemos encontrar muitas fontes disponibilizadas par download ou para pesquisa online. A primeira é a Biblioteca Digital Curt Nimuendajú. No site da biblioteca, podemos fazer download de inúmeras publicações antigas relacionadas à etnografia. A segunda é o Acervo do Museu do Índio que está disponibilizado na Web. A partir da página do Museu do Índio, podemos acessar o Acervo Museológico e a Biblioteca Virtual. O Acervo Museológico traz imagens do acervo como cerâmica, colares, fotografias e muito mais. A Biblioteca Virtual, por sua vez, permite busca em inúmeras fontes históricas, artigos, livros teses e dissertações. Trata-se de uma ferramenta poderosíssima, pois permite procurar por palavras e retorna todas as entradas. O pesquisador ou pesquisadora pode, então, navegar entre os documentos e encontrar exatamente o que está procurando.
Espero que a dica ajude!

Anúncios

Editora Karywa

2 de Novembro de 2014

Pessoal, escrevo para compartilhar uma nova opção para editar livros, a Editora Karywa. É uma editora especializada na edição de livros acadêmicos em Ciências Humanas. O vocábulo vem da Língua Geral amazônica e é amplamente utilizado pelos diferentes povos indígenas da região. Ele designa os não-indígenas. Portanto, karywa é um olhar a partir dos povos indígenas sobre o mundo ocidental. A editora, nesse sentido, também escolheu o tinteiro e a pena para utilizar como logomarca; simbologia muito apropriada para uma casa de publicação de livros e também denota a percepção indígena de um importante componente da fonte de poder dos karywa, a escrita.

Visite o blog da editora

Onde encontrar informação sobre os povos indígenas

20 de Dezembro de 2010

Comissão Pró-Indio do Acre (CPI)

A CPI é uma organização não governamental que atua desde o início da década de 1980 em parceria com instituições governamentais com o objetivo de desenvolver projetos principalmente na área da educação e gestão ambiental/territorial entre os povos indígenas do Acre. Parte do acervo pode ser acessado através do site.

Acesse aqui o site da instituição

 

Conselho de Missão entre Índios (COMIN)

O COMIN é uma instituição ligada à Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil que tem por finalidade executar o trabalho de missão entre os povos indígenas no território brasileiro. Desde 1982, o trabalho é desenvolvido assessorando organizações e povos indígenas na sua luta por terra, saúde e educação. O objetivo é a autonomia e o respeito à alteridade desses povos para que eles possam se realizar enquanto indivíduos e enquanto grupos indígenas. O COMIN também tem produção voltada para a sociedade não-indígena. Com isso, quer contribuir para uma sociedade mais bem informada sobre sua diversidade cultural e étnica, bem como colaborar para a diminuição das desigualdades sociais e raciais. O site oferece notícias e downloads de materiais produzidos pela instituição.

Acesse aqui o site da instituição

 

Conselho Missionário Indigenista (CIMI)

O CIMI é um órgão da Igreja Católica Romana ligado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Fundada em 1972, é uma das instituições indigenistas brasileiras mais antigas e com maior número de pessoal. Com reconhecimento nacional e internacional, tem atuado em defesa dos povos indígenas e de seus interesses desde a sua fundação. Além de manter um acervo de notícias e informações, a instituição publica o periódico Porantim que é um importante veículo de informação nacional a respeito dos povos indígenas e de suas lutas.

Acesse aqui o site da instituição

 

Instituto Socioambiental (ISA)

O ISA é uma fonte importantíssima para a pesquisa a respeito dos povos indígenas. Atualmente, mantém o banco de dados mais atualizado e completo a respeito da etnografia brasileira. Através do site, o pesquisador/estudante poderá ter acesso a inúmeras informações lingüísticas, históricas, antropológicas, dados censitários e territoriais.

Acesse aqui o site da instituição

 

Fundação Nacional do Índio (FUNAI)

A FUNAI é o órgão oficial do Estado brasileiro para desenvolver, executar e garantir políticas públicas voltadas aos povos indígenas. Mantém em seu site importante acervo para consulta.

Acesse aqui o site da instituição

 

Museu do Índio

O Museu do Índio oferece informações para pesquisas e notícias que podem auxiliar estudantes interessados em aprender mais sobre a questão indígena.

Acesse aqui o site da instituição

 

Artistas da Libertação

20 de Março de 2009

Gente, esta dica vai para quem trabalha com o povo de Deus. Na América Latina, surgiu uma teologia que ficou conhecida mundialmente como Teologia da Libertação. Muitos foram os teólogos proeminentes dessa corrente. No entanto, o que pouca gente sabe é que também existem os “Artistas da Libertação”. A Teologia da Libertação também produziu e produz muitas obras artísticas, como músicas e pinturas, por exemplo. Em minha tradição luterana, o Músico da Libertação que considero o mais profundo e criativo se chama Rodolfo Gaede Neto. Quem já ouviu uma melodia dele ou cantou uma de suas canções sabe do que estou falando! (Ouça no YouTube). Entretanto, a dica que quero deixar aqui se refere a uma página que disponibiliza obras de Cerezo Barredo, um pintor da libertação. Nessa página, podem ser encontradas gravuras para serem utilizadas nos cultos e missas ou em outra atividade eclesiástica. É só procurar a imagem e baixar. A página está hospedada no site do Koinonia.

Para acessar a página de Cerezo Barredo, clique aqui.